Ritalina e Modafinil Pilula da Inteligência – Funciona?

Ritalina e Modafinil Pilula da Inteligência – Funciona?

Já existem medicamentos capazes de turbinar o cérebro (pilula da inteligência ou viagra do cérebro) – para você pensar, estudar e trabalhar mais e melhor. Mas até que ponto é seguro tomá-los?

Imagine tomar uma pílula e ser capaz de estudar a noite inteira, sem sentir sono nem se distrair. Ou, com outra pílula, tornar-se mais criativo e destacar- se entre os colegas de trabalho. Pois é exatamente isso que uma nova geração de suplementos, disponível nos Estados Unidos, promete: um atalho para o sucesso ao turbinar a memória, afiar o raciocínio e aprimorar a capacidade de atenção. Entre quem usou e resolveu contar a experiência na internet, as pílulas ganharam o apelido de “Viagra cerebral”, uma referência ao medicamento que revolucionou o mercado ao tratar a impotência sexual masculina. A Maioria dos conhecidos utiliza em sua composição os mesmos princípios da Ritalina e Modafinil, que mais abaixo explicaremos os efeitos.

Os ingredientes que prometem prodígios cerebrais são velhos conhecidos da indústria farmacêutica: vitaminas e estimulantes naturais como a cafeína. Agora, combinações dessas substâncias foram agrupadas em cápsulas, produzidas por pequenas empresas, interessadas no apetite de estudantes e jovens profissionais por soluções miraculosas. Faltam estudos sobre a eficácia dessas combinações. E, mais grave, sobre seus possíveis efeitos colaterais. Vale a pena assumir o risco e apostar nas pílulas da inteligência?

Nos EUA, esse tipo de suplemento virou uma febre. Em dezenas de vídeos na internet, usuários relatam sua experiência com alguns dos produtos. Discutem as vantagens de cada uma das combinações com o mesmo entusiasmo e dedicação com que halterofilistas falam de novos produtos para aumentar os músculos. “São fisiculturistas do cérebro”, diz o pesquisador Sean Duke, da Universidade Trinity, na Irlanda. “Eles querem aumentar as capacidades mentais como os halterofilistas desejam melhorar o corpo.”

Medicamentos mais comuns:
– Neurofos, Optimind, Alphabrain


Compostos comuns:

ADDERALL (MIX DE ANFETAMINAS) Uso original: tratar déficit de atenção (DDA). Efeitos colaterais: problemas cardíacos, vício.

ANIRACETAM Uso original: tratar Alzheimer. Efeitos colaterais: ansiedade, insônia.

DONEPEZIL Uso original: tratar Alzheimer. Efeitos colaterais: náuseas, diarreia.

FLUOXETINA (PROZAC) Uso original: tratar depressão. Efeitos colaterais: ansiedade, suicídio.

METIlFENIDATO (RITALINA) Uso original: tratar DDA. Efeitos colaterais: convulsões, psicose.

MODAFINIL Uso original: tratar narcolepsia. Efeitos colaterais: doenças de pele.

PIRACETAM Uso original: tratar convulsões. Efeitos colaterais: ansiedade, tremores.

SELEGILINA Uso original: tratar Parkinson. Efeitos colaterais: dor de cabeça, diarreia.

VAPRESSINA Uso original: tratar diabetes. Efeitos colaterais: náuseas, coma.

Alternativa? Sim, abaixo sugerido pela BrainStock uma fórmula caseita baseada em produtos Naturais

viagradocerebroThinkStock
pilula da inteligencia – formula caseira

Mas e ai, funciona? Antes de responder, gostaria de esclarecer que o que escrevo abaixo é minha impressão, após ler várias matérias sobre o tema e conversar com um psiquiatra, psicanalista, que apesar de ser da Família, é dos BONS. 1) Não existe a venda no Brasil. Os brasileiros entusiasmados com os novos suplementos devem conter a empolgação. Eles podem até ser importados de outros países, mas apenas para uso pessoal. Não podem ser distribuídos comercialmente no Brasil. Para isso, precisam ser aprovados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Por ora, não há nenhum pedido de fabricantes ou importadores para regulamentar os produtos no país. O jeito é confiar na velha fórmula da inteligência: alimentação equilibrada (leia no quadro abaixo alimentos que podem ajudar), sono em dia e muita dedicação para estudar. Costuma dar trabalho, mas é infalível. 2) Não existe um estudo dos efeitos a longo prazo, sobre dependência ou falência de algo no organismo. Até mesmo uma demência… 3) São medicamentos compostos por, basicamente, 11 componentes, sendo os mais comuns, aqueles usados em remédios para tratar TDAH (Transtorno de Deficit de Atenção e Hiperatividade) 4) CUIDADO, com o que vocês lêem na Internet. Vi vários sites que importam, forjando matérias sobre o tema, por exemplo, que no Brasil, o medicamento seria liberado, etc. CUIDADO! Verdades: Melhor a concentração, é liberada a venda nos EUA Mito: Tem sua venda liberada no Brasil, é seguro e testado, não tem efeito colateral.  

viagracerebro1
Ritalina e Modaifinil pilula da inteligencia

Enfim, depois de ler relatos sérios de quem já tomou, inclusive um redator de uma Grande Revista nacional, que decide descartar o ultimo comprimido da série, pois não ver grandes efeitos e temer o futuro :  

Viagra para o Cérebro
Viagra para o Cérebro

NÃO VALE! Inicialmente, você não encontra remédios como os descritos na legalidade, no Brasil. Você não tem certeza dos efeitos futuros. Os efeitos imediatos, são muito IMEDIATOS e portanto, talvez valesse para véspera de provas, aumentando a concentração, mas vale o risco? Na minha opinião definitiva: NÃO!

Matérias Relacionadas

Noticias curiosas, mistérios, fotos curiosas, videos engraçados is Stephen Fry proof thanks to caching by WP Super Cache